Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

o-meu-pensamento

o-meu-pensamento

Putting on a mask

Maio 12, 2010

Isis Erzsébeth Báthory

 - By Rui Louraço - sim agora são uns tempos com um ego alto, e a auto-promover-me mas isto passa -

 

 

Re-vi a Tiya...Foi estranho...Aconteceu o que eu tinha previsto...Lembram-se? Até disse que queria que ela sentisse o mesmo que eu estava a sentir back on that time (o que não é igual a desejar infelicidade)

Tambem estive com o ruisu-san...

Sábado decidi para mim mesma que não iria voltar a demonstrar quem eu realmente sou aos "amigos"...

A verdade é que as pessoas, não estão preparadas para conhecer alguém diferente...

Passei uns quantos anos a usar uma máscara com a tiya, a ines-chan  e o ruisu, quando me pediram que o deixasse de fazer, e me fizeram acreditar que realmente seria aceite como sou, vi que afinal estava errada...

A verdade, é que ninguém pode entender ou sequer imaginar o sofrimento pelo qual eu já passei, nem mesmo a minha familia sabe da missa à metade - e com isto não me estou a lamentar, não me acho uma coitadinha ou anything -, portanto ninguém entende como essas experiencias menos boas nos transformam...Mas isso também não dá o direito a ninguém de me julgar, muito menos quando se dizem tão meus amigos...

Ele sentiu-se desiludido por lhe ter dito directamente que me sentia julgada, ele não admite que é julgamento, mas a verdade é que é...Custa-me acreditar que o julgamento venha da parte dele, pois sei que ele também não teve an easy life, ele não segue propriamente o padrão da sociedade a nivel de comportamento, o que levou, e leva a muitos julgamentos...Mas no entanto julgou-me, e aquilo da parte dele, fez-me decidir, que ninguém me vai conhecer como sou - não tão intimamente isto é -

 Os calos que ganhei com todas as boas e más experiencias (especialmente as más), tornaram-me numa pessoa um tanto ou pouco de ideias "crueis", não tenho problemas nenhuns em admitir aqui que sou rancorosa, que a ideia de torturar quem me fez mal a mim/aos meus, me fascina de uma maneira incrivel, não tenho problemas nenhuns em admitir aqui, que sou de luas e mudo constantemente de humor...No entanto...Não o poderei admitir para as pessoas que se aproximam de sem me terem conhecido antes... (ora aqui estás algo complicado para a cabeça de certas pessoas)...

Humanidade não está pronta para me conhecer...E odeio a sociedade...

 

Agora o carapuço cabe a quem couber, quem se identificar com isto, olhe, temos pena para si, tivesse estudado...

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2007
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D