Segunda-feira, 4 de Janeiro de 2010

 

Lembram-se daquela minha conversa, de não saber se estava a crescer ou quê?

Aqui há uns dias, dei por mim a pensar "gostava de voltar a ser like my oldself", sabem? Não...Claro que não sabem...Se nem eu sei...Ou melhor sei, mas não sei explicar...

Tambem não interessa...A verdade é que aconteceu, I guess it was my christmas present...

Há dois dias atrás dei por mim a andar perdida, não sei por onde, e a perguntar-me se isto que se estava agora a passar comigo era um pesadelo?!

Infelizmente, a chuva serviu para me acordar dos meus pensamentos e choro estupido, e mostrou-me que não, que infelizmente era a dura realidade...

Penso que se fosse outra pessoa, não estaria assim...Quero dizer, só me encontro assim, porque é complicado para mim lidar com pessoas, socializar, sabem? Embora eles os dois me tivessem mostrado que não era impossivel...Eles aceitavam-me, e eu tinha amigos...Sentia-me acarinhada, por outros que não o meu pai e a minha irmã (queridas pessoas para mim, acreditem)...Parece que afinal V. sempre conseguiu o que tanto queria, non? Lutámos em vão?

Ontem dava por mim a chorar no caminho do comboio, sentia-me angustiada, como não havia sentido antes, perdi algo querido, duas pessoas que acarinhava do fundo do meu coração, acha isto dificil de voltar a acontecer, há muito que me havia fechado à amizade...Sabem? Não, claro que não... Mas ganhei-lhe medo, talvez por me dar sempre tanto, e acabar por sair sempre magoada...

Obrigada pai, por me teres dado a mão, obrigada por me mostrares do quão sou importante para ti, obrigada por me tentares fazer pensar que são eles, os não merecedores das minhas lágrimas...No entanto, não consigo parar...Desculpa-me se te magoar com alguma acção estúpida e infantil que possa cometer num breve futuro...

Desculpa se a minha tristeza te deixa triste...Pai, querido pai, como te adoro...Eu dou-te valor, és um grande Homem, és o meu idolo, tambem dou muito valor à minha irmã... Obrigada aos dois por gostarem de mim, obrigada aos dois por me darem a mão, nos momentos em que mais preciso...Creio, não ter mais palavras neste momento...

Apenas, que amava, amo, e amarei sempre my dear friends. Talvez se um dia houver resposta, então o porquê?

I'm feeling: devastada, triste...
Music: Chopin - Notturno in Do# maggiore
Published by Isis Erzsébeth Báthory às 18:20
link do post | Give your input | | | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
16

18
19
20
21
23

24
25
26
28

31


últ. comentários
Since the very first moment that I felt you inside...
I love you too the problem with me is that I never...
Sou enfermeiro no Brasil, pós graduado, revoltado ...
Ora aqui está um verdadeiro retornado do outro mun...
Há mais quem volte, quem também goste de túmulos, ...
Ton petit coeur m´a fait peur!!Ce sont des verses ...
Ao longo do tempo temos fases de maior apego ou in...
Vim agradecer e retribuir a visita. Continue a ler...
And never look back! She didn't lose everyone... T...
Eu mudei... Mudei muito... Mas para melhor eu acho...
links